87º Rallye Monte-Carlo – Dia 1

Ogier e Lapp bem colocados

Sébastien Ogier/Julien Ingrassia e Esapekka Lappi/Janne Ferm realizaram, esta noite, um início de prova absolutamente convincente, posicionando-se, respetivamente, no segundo e quarto lugares, em condições de aderência extremamente precárias.

Iniciar um Rali de Monte-Carlo à luz da bateria de faróis não tem nada de fácil, ainda mais quando tudo decorre em duas Especiais inéditas e parcialmente cobertas de gelo. Nestas condições, Sébastien Ogier/Julien Ingrassia e Esapekka Lappi/Janne Ferm, as duas formações do Citroën Total World Rally Team, optaram pela segurança e escolheram montar quatro pneus Michelin com pregos e dois slicks super macios.

Quíntuplo vencedor da prova e triunfando também no ano passado, Sébastien Ogier sabe bem a importância de manter a calma num rali como este. Terceiro mais rápido no primeiro troço e segundo mais rápido no troço seguinte, o favorito “da casa” colocou-se de imediato entre os pilotos da frente e chegou à Assistência em Gap na segunda posição, apenas a 9,1 segundos do líder.

Menos acostumado a estas estradas, Esapekka Lappi entrou gradualmente no ritmo da prova. Sétimo na ES1, sem querer castigar em demasia os pregos dos seus pneus, Lappi aumentou o andamento na ES2, registando o quinto melhor tempo. Terminou esta curta primeira Etapa na quarta posição, a 45,2 segundos do comandante.

O Dia 2 vai colocar as equipas em luta ao longo de 125,12 km cronometrados (repartidos por seis Especiais), principalmente nas novas Especiais de Valdrome – Sigottier (20,04 km) e Curbans – Piegut (18,47 km). Com a quantidade de neve que caiu na manhã de ontem da região de Gap, estes troços poderão originar algumas surpresas …

O QUE ELES DISSERAM…
Pierre Budar, Diretor da Citroën Racing
“Obviamente, foi arranque positivo para nós. As duas nossas formações fizeram tudo corretamente, adoptando uma abordagem ponderada e inteligente. Principalmente porque nunca é fácil começar um rali à noite, com uma combinação de pneus com pregos e slicks, o que torna a condução extremamente difícil. Contudo, foram capazes de evitar as bermas e, para amanhã, a ideia é manter este ritmo e esta dinâmica.”

Sébastien Ogier, Piloto do Citroën Total WRT
“Nestas duas minhas primeiras Etapas ao volante do C3 WRC, só posso dizer que estou muito satisfeito com o resultado, especialmente nestas condições de aderência. Talvez tenha sido demasiado cauteloso na primeira Especial, mas é difícil andar ao ataque num carro que, em competição, é totalmente novo para mim. Mas a verdade é que na segunda Especial fiz bons tempos com os pneus com pregos. Penso que comecei o rali de forma inteligente.”

Esappeka Lappi, Piloto do Citroën Total WRT
“Nestas duas primeiras Especiais desta noite, era muito fácil cometer um erro, principalmente na ES1. Talvez tenha pensado demasiado nessa possibilidade e acabei por ser excessivamente cauteloso. Também jogámos pelo seguro em termos de set-up. Talvez tenha sido um set-up demasiado brando. Porém, a confiança foi aparecendo gradualmente na ES2 e, embora existam já grandes diferenças de tempo entre as equipas, estou bem inserido no grupo da frente, o que é especialmente importante porque há ainda muito pela frente e muita coisa pode acontecer.”

RALI DE MONTE-CARLO 2019
CLASSIFICAÇÃO GERAL NO FINAL DO DIA 1
1. Tänak / Järveoja (Toyota Yaris WRC) 26’33’’0
2. Ogier / Ingrassia (Citroën C3 WRC) +9’’1
3. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) +14’’3
4. Lappi / Ferm (Citroën C3 WRC) +45’’2
5. Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC) +46’’4
6. Evans / Martin (Ford Fiesta WRC) +48’’2
7. Meeke / Marshall (Toyota Yaris WRC) +53’’8
8. Loeb / Elena (Hyundai i20 WRC) + 55’’2
9. Mikkelsen / Jaeger-Amland (Hyundai i20 WRC) +59’’6
10. Tidemand / Floene (Ford Fiesta WRC) +1’41’’1

PROGRAMA DO RALI DE MONTE-CARLO
(Nota: GMT+1; mais 1 hora do que em Portugal Continental)

SEXTA-FEIRA, 25 JANEIRO
7h30: Partida Dia 2 e Assistência B (Gap – 18’’)
9h11: ES 3 – Valdrome – Sigottier 1 (20,04 km)
10h14: ES 4 – Roussieux – Laborel 1 (24,05 km)
11h37: ES 5 – Curbans – Piegut 1 (18,47 km)
12h27: Assistência C (Gap – 33’’)
14h23: ES 6 – Valdrome – Sigottier 2 (20,04 km)
15h26: ES 7 – Roussieux – Laborel 2 (24,05 km)
16h49: ES 8 – Curbans – Piegut 2 (18,47 km)
17h44: Flexi Assistência D (Gap – 48’’)

SÁBADO, 26 JANEIRO
7h37: Partida Dia 3 e Assistência E (Gap – 18’’)
8h48: ES 9 – Agnières en Devoluy – Corps 1 (29,82 km)
10.06: ES 10 – St Léger les Mélèzes – La Batie Neuve 1 (16,87 km)
11h21: Assistência F (Gap – 33’’)
12h47: ES 11 – Agnières en Devoluy – Corps 2 (29,82 km)
14h08: ES 12 – St Léger les Mélèzes – La Batie Neuve 2 (16,87 km)
15h18: Assistência G (Gap – 48’’)
20h06: Parque fechado (Mónaco)

DOMINGO, 27 JANEIRO
6h22: Partida Dia 4
8h20: ES 13 – La Bollène Vésubie – Peira Cava 1 (18,41 km)
9h08: ES 14 – La Cabanette – Col de Braus 1 (13,58 km)
10h55: ES 15 – La Bollène Vésubie – Peira Cava 2 (18,41 km)
12h18: ES 16 – La Cabanette – Col de Braus 2 – Power Stage (13,58 km)
13h58: Parque fechado (Mónaco – Quai Albert, 1)
15h00: Entrega de prémios (Mónaco – Quai Albert, 1)

Fonte:
Jorge Magalhães

Visite-nos também em TTVerde.PT
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
PINTEREST
PINTEREST