Rali Dakar Perú – Fausto Mota

Fausto Mota sobe 9 lugares e já é 33º da geral  – Piloto foi 3º da classe Maratona

O piloto de Marco de Canaveses Fausto Mota, o único português que em 2018 terminou o Dakar, realizou na etapa de ontem uma excelente prestação aos comandos da sua Husqvarna Rally 450 nesta que é a 41ª edição da prova rainha de todo-o-terreno. A 8ª especial que se cumpriu entre San Juan de Marcona e Pisco, confirmou o bom andamento que já tem demonstrado em etapas anteriores.

    

O piloto do Tesla-Tamega Rally, apoiado pelo grupo Lyrsa, partiu para especial do dia do 42º lugar e conseguiu subir 16 posições face ao dia anterior tendo concluído a etapa com o 27º melhor tempo entre as 82 motas classificadas, alcançando ainda uma excelente 3ª posição na Classe Maratona.

“Mais uma etapa concluída. As dunas são muitos exigentes, havia também muito pó o que dificulta a performance, mas consegui imprimir um bom ritmo e assim me manter ao longo da especial apesar de ter sofrido uma forte queda. Queria recuperar posições e foi com esse objetivo que parti para a especial do dia. Objetivo cumprido”, revelou Fausto Mota que com mais esta boa prestação conseguiu subir nove posições na classificação geral, na qual ocupa agora o 33º lugar.

Hoje disputa-se a nona e penúltima especial do Rali Dakar 2019. A etapa de 313 quilómetros cronometrados terá partida em linha e será uma vez mais em forma de “boucle”, com início e fim em Pisco.

Fonte:
A2 Comunicação (Pedro Barreiros)

Visite-nos também em TTVerde.PT
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
PINTEREST
PINTEREST